Image

Ave Santa Cruz
Nossa salvação


O culto à Cruz, instrumento de nossa salvação, foi muito difundido na Igreja: a Cruz é adorada e recebe homenágens que não se concedem à outras relíquias e as festas da Santa Cruz foram adornadas de particular esplendor. Não era a Cruz considerada pelos antigos como suplício dos mais terríveis e mais infamantes? Naquela época era frequente ver um ladrão ou um escravo crucificado e desse suplício, que indiretamente conhecemos, nos permite avaliar a atrocidade.
 
Image

O crucificado morria depois de longa agonia, sufocado pela axficia determinada pela abertura dos braços para o alto e torturado pelo ressecamento dos nervos rígidos.
 
O Cristo assumiu o pavoroso suplício por cada um de nós: ofereceu ao Pai, por um amor infinito, o sacrifício de seu corpo pendurado sobre a cruz.
 
Do instrumento do suplicio, até então objeto infamante, vem para os cristãos  a gloria e São Paulo não quer ter a gloria senão na cruz do Senhor, na qual mora a nossa salvação, a nossa vida, a ressureição, e pela qual nós fomos salvos e libertados.
 
A data l4 Setembro designa o aniversário de uma dedicação que deixou no Eclesiastico uma profunda lembrança.
 
O dia 14 Setembro do ano 335 uma multidão considerável de curiosos, de peregrinos, de monges,de clero e de prelados, vindos de todas as provincias do Imperio, se reuniam em Jerusalém pela dedicação do magnífico santuário restaurado pelo imperador Constantino, no mesmo lugar aonde o Senhor tinha sofrido e tinha sido sepultado.
 
Reze voce também a estupenda oração de Santo Anselmo:
 
"Ó, Santa Cruz, à vista da qual nos recorda outras cruz, aquela sobre a qual Nosso Senhor Jesus Cristo nos tirou com sua morte da morte eterna, na qual estávamos caídos de forma miserável, nos ressuscitando à vida perdida  pelos pecados, adoro, venero, glorifico em ti  a Cruz que representa, e nela, o misericordioso Senhor !
 
Por essa cruz, Ele compila sua obra de misericordia!
 
Ó, amável Cruz, em que está reunida a salvação, a vida  e a nossa ressureição!
 
Ó precioso madeiro, pelo qual fomos salvos e libertados!
 
Ó simbolo pelo qual Deus nos gravou!
 
Ó Cruz gloriosa, da qual tão somente nos devemos glorificar!
 
Como te damos gloria! Como te exaltamos! Com que coração de adoramos! Com quanta alegria nos glorificamos em ti!
 
Por ti é vazio o inferno: está fechado para todos aqueles que por ti foram resgatados. Por tua causa os demónios foram terrificados, submissos, vencidos, pisoteados. Por ti o mundo é renovado, embelezado por causa da verdade e da justiça que reina em ti.
 
Por ti a natureza humana pecadora foi justificada: estava condenada e agora é salva: era escrava do pecado e do inferno e agora é livre: estava morta e ressuscitou.
 
Por ti a beata Cidade Celeste é restaurada e aperfeiçoada.
 
Por ti Deus, filho de Deus, quis por nós obedecer ao Pai até a morte (Fil. 2, 8.9)
 
Por isso, Ele, elevado da terra, teve um nome que é além de outro nome.
 
Por ti Ele preparou seu trono (SL 9.8) e restabeceu seu reino.
 
Esteja sobre ti e em ti a minha gloria, em ti e por ti a minha esperança. Por ti sejam apagados meus pecados: para ti a minha alma faleça da sua velha vida e apareça a vida nova, a vida da justiça.  Faz sim, te rogo, que tendo-me purificado no Batismo pelo pecado pelo qual fui concebido e nascí, me purifique ainda daqueles que contraí depois do nascimento à segunda vida, e que por ti eu venha aos bens pelos quais o homen foi criado pelo mesmo Jesus Cristo, Nosso Senhor, e que seja bendito por todos os séculos dos séculos.

Tradução em português aos cuidados do Dr Alberto Rossini

Image

As vias do Espirito
Portal Católico Italiano

Image

As Vias do Espirito
é uma pequena semente da palavra de Deus que,
transportada pelo vento do Espirito, se assenta aonde Ele quer e, somente Ele,
rende fecundas as almas aonde germína

Image

Todos os direitos reservados

AS VIAS DO ESPIRITO

5º DOMINGO DEL TIEMPO ORDINARIO

Image

5º DOMINGO DEL TIEMPO ORDINARIO
Evangelio: Lucas 5, 1 -11
 “En aquel tiempo, la gente se agolpaba alrededor de Jesús para oír la palabra de Dios, estando él a orillas del lago de Genesaret. Vio dos barcas que estaban junto a la orilla; los pescadores habían desembarcado y estaban lavando las redes. Jesús dijo a Simón:
- «No temas; desde ahora serás pescador de hombres. »
Ellos sacaron las barcas a tierra y, dejándolo todo, lo siguieron”.


THE WAYS OF THE SPIRIT

It's Christmas

Image

A true joy of the hearth

Five centuries before the coming of Jesus, the king of Babylon (today Baghdad) invaded Israel and deported all its inhabitants to Mesopotamia. Then the prophet Isaiah’s voice raised high; he turned to people and encouraged them: “… After waiting for a long time, the salvation came at last. For us as well, from 20 centuries onwards, Christmas comes every year, as synonymous, often unaware, of joy, peace and family time.
These feelings are showed through lightings, decorations, Christmas tree, presepe, gifts and evenings spent in the family. For the believers, the Christmas joy is the same joy announced by the Angels to the shepherds in the holy night“.
 

LOS CAMINOS DEL ESPIRITU

María de la libertad

Image
María de la libertad

 
Las voces de la gente llegan hondo
Cuando a uno le enseñaron a escuchar,
Mi pueblo dice que falta alegría,
Porque falta justicia y falta pan.
Mi pueblo está clamando al Dios del cielo,
Con lo queda de su dignidad.

 

WEGE DES GEISTES

Domingo de la Santísima Trinidad.

Image

Domingo de la Santísima Trinidad.
Juan 3,16-18

Fiesta en honor a DIOS. El homenaje a la UNIDAD de tres personas que, siendo diferentes, deja a la intemperie nuestra dispersión, la ruptura del mundo y de las cosas, del ser humano y de las estructuras sociales .¡GLORIA Y ALABANZA A LA TRINIDAD!
 Como un sello en el corazón. Bautizados en su nombre, en su nombre adentrados en la Eucaristía, acompañados por El en la realización de los proyectos del reino, los orantes estamos llamados a vivir este gran don de comunión del Padre, del Hijo y del Espíritu Santo en nuestros corazones.



Preghiere

croce dei giovani noi ti guardiamo

Image

Croce dei Giovani noi ti guardiamo

I giovani sono gabbiani, il loro volo ci affascina.
Sono acqua pulita e nuova, rugiada fresca
e vita sui nostri volti e sul cuore.
Sono arcobaleni colorati:
danno senso alla nostra vita stanca e grigia.
l giovani sono il sole: quando li guardiamo e li ascoltiamo
ci regalano luce e calore.